Wanderlust

Há palavras que não podem ser traduzidas ou melhoradas. Wanderlust, que exprime o desejo irresistível de viajar, é uma delas. Na vida há poucas coisas que nos despertem Lust. As viagens são uma delas.

Wanderlust é o desassossego, a tentação constante de ser infiel ao nosso país ou ao local onde vivemos, é a êxtase dos amantes antes da consumação. Só isso explica que apesar de toda incomodidades se suba ao Cotopaxi, se penetre na Amazónia, se durma em caravancerais, abraçando a delicadeza e a estranheza do mundo.

Um amigo perguntou-me entre viagens: ” como tens coragem para tantas intercontinentais?”. Não sei se é coragem, sei que odeio o que é fácil. ” E a porta da cidade é feita de dois barcos”, como escreve Sophia, num dos meus poemas preferidos.

Outro amigo quis saber o que levo comigo. A bagagem varia consoante o destino, mas há uma constante, um único luxo: o meu perfume, que evoca os jantares pontuais com a família e o conforto das coisas conhecidas. O meu perfume torna legíveis os sentimentos e encurta as ausências em noites sem lua.

P1020180.JPG

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s