Dia da mãe 

Para onde fui só havia mapa para chegar ao ponto de partida. Nessa travessia, só chegaria ao destino quando me esquecesse de mim.  Ao avesso de qualquer outra aventura que vivi em lugares exóticos e imprevisíveis, num mundo onde quase todas as geografias já são conhecidas, na maternidade quero o perto e esse perto onde … More Dia da mãe 

Maputo reloaded

Há lugares que já não sabemos se vêm da literatura ou de uma memória anterior. Recomponhamos a história. Não conheço ninguém que tenha ido a Maputo e tenha regressado de lá desiludido. Quero falar-vos de um recanto, onde o tempo parece deter-se e reina ainda esse bem tão difícil de encontrar na fervilhante Maputo: o … More Maputo reloaded

Dia da mãe

A minha mãe chega esta semana. Pedi-lhe que não trouxesse nada com ela. Vai somando com graciosidade décadas. Apesar de não conjugar o verbo desistir, a geografia do tempo cavou-lhe um cansaço profundo. Os braços já respondem à vontade. “Não tragas nada mãe”, insisto. Como o vento vindo de longe que sopra areia de destinos … More Dia da mãe

Eu já desconfiava…

Telefonar à mãe, ouvir a sua voz,  é como  um abraço.  Por vezes, antes de começarmos  a falar, já ela responde sem lhe termos  perguntado nada, adivinha-nos na voz os medos e as felicidades. Espanta os fantasmas que nos atacam em bando. Embala-nos no seu regaço. Devolve-nos a doçura dos domingos. Redime-nos de alguma forma, como se nos … More Eu já desconfiava…