Consegue Eduardo dos Santos dormir descansado?

Luanda tem uma das mais belas baías do mundo, uma beleza de cartão-postal, mas não é isso que me impressiona. O que me impressiona é a cacofonia, o som confuso, caótico, milhões enlatados num espaço que não foi pensado para tantos. Pujança e pobreza. Felicidade e infelicidade. Ostentação e luta pela sobrevivência. A melodia de … More Consegue Eduardo dos Santos dormir descansado?

Ligações perigosas

Lembrei-me hoje do retrato de Maquiavel, no Palazzo Vecchio, em Florença. Nessa pintura o aristocrata florentino tem um sorriso enigmático, de Giocconda, os lábios cerrados refreiam a emoção, reforçam a impenetrabilidade, e o olhar parece zombar da cupidez dos homens. Maquiavel, tido como o pai da ciência política, adoptou o realismo político, sem ilusões e justificar todas as perfídias como meios para alcançar um … More Ligações perigosas

A Lunda-Norte ali tão longe, aqui tão perto

São eternos. Quase tão perene como eles é o horror que perpetuam. O brilho de cada diamante angolano é sujo. Encerra um inferno de exploração, humilhação, abuso, tortura, crime e corrupção. Em “Diamantes de Sangue – Corrupção e Tortura em Angola”, lançado hoje em Lisboa, o jornalista angolano, Rafael Marques – distinguido internacionalmente pelo seu … More A Lunda-Norte ali tão longe, aqui tão perto

O palco é para ele, e só para ele. Até quando?

Alguns apocalipses estão prometidos em África. Inquieta-me pensar que Angola possa ser um deles. Os sinais estão todos lá. Se o olhar não se deixar ofuscar pelo brilho de Luanda ou embaciar pelos petrodólares constata que o rei vai nu. E que o chefe, que não tolera rivais nem sucessores,  começa a vacilar. A violência … More O palco é para ele, e só para ele. Até quando?

Merkel em Angola

LUSA- O desenvolvimento das relações económicas entre a Alemanha e Angola, praticamente inexistente até ao fim da guerra civil angolana, tem tido na última década uma dinâmica crescente, interrompida, porém, pela crise económica e financeira internacional. A visita oficial da chanceler Angela Merkel a Angola, na terça-feira e na quarta-feira, destina-se, por isso, a tentar … More Merkel em Angola

A nova ordem por vir

Desde a independência que Angola se move numa espiral que hipoteca o seu desenvolvimento. A não-manifestação de 7 de Março é o espelho do país. Reflecte a asfixia. E o medo. Porque é  irrisório falar-se de democracia em Angola.  No entanto os angolanos não saíram à rua, porquê? Há explicações várias para a não inscrição … More A nova ordem por vir