Um chanceler e seu espião (ou a NSA não está fazer nada de novo)

Ninguém melhor que o historiador Hans-Peter Schwarz explicou as coisas numa simples frase: “o chefe de Governo fez figura de um fascinante director de circo ao lado do qual os diferentes artistas do Gabinete efectuaram melhor ou pior o seu número”. Em 1974 os tambores rufaram pela derradeira vez para Willy Brandt no circo de … More Um chanceler e seu espião (ou a NSA não está fazer nada de novo)

A recém…política

Com uma lentidão cirúrgica observou o rolo de tecido amarelo. Depois descaiu o olhar para um casaco e umas calças riscadas de tecido grosseiro. Fez um rosto fechado, de inverno puro. Instintivamente apertou-me a mão com força. Agitava-se nela um sentimento. Talvez medo, talvez incompreensão. ” Mami, aquelas estrelas amarelas de tecido com a palavra … More A recém…política

Suplemento para compreender a Alemanha*

A Alemanha actual já não é a Alemanha do tempo de República de Bona. É a Alemanha que passou pela reunificação e por um difícil processo de reajustamento económico e de reformas estruturais que lhe permitiu reassumir o papel de locomotiva económica da Europa. Antes, a Alemanha era “ocidental, europeia e alemã”, por esta ordem. … More Suplemento para compreender a Alemanha*

Helmut Kohl, o ícone

O que é um “grande homem”? Define-se por uma categoria moral? Ou pelo impacto que a sua acção teve? Este é um debate interessante, não apenas para historiadores, mas também para jornalistas. Os “grandes homens” (e mulheres já agora) são capazes do melhor e do pior, ao mesmo tempo. Têm tendência para ter defeitos proporcionais … More Helmut Kohl, o ícone