Merkel e os gregos

As exigências da chanceler alemã Angela Merkel foram quase todas atendidas pelo Conselho Europeu de ontem. A União Europeu não criará um mecanismo próprio de ajuda à Grécia. Em vez disso, prevê-se uma ajuda inicial do Fundo Monetário Internacional, complementada com empréstimos bilaterais dos países da zona euro, apenas em caso de necessidade. Mais aqui

Depois admiram-se…

  Quando, no ano passado, o economista alemão Jens Bastian se sentiu incomodado com o fumo no café onde estava, em Atenas, virou-se, num grego escorreito, para o fumador, e lembrou-lhe que ali não era permitido fumar. Ele respondeu apenas, com ar incrédulo: “Você é estrangeiro, não é”? A história é contada pelo próprio, e … More Depois admiram-se…