Pôr a escrita em dia

1. Escrevo sentada numa esplanada na Praça da Liberdade, no Porto. Um músico de rua toca evergreens – “Besa-me mucho”, “Yesterday”- no saxofone. O céu está azul-mais-que-azul e a luz do norte imita a de Lisboa, luz sem véu. Leve a brisa torna suportável o calor deste quase Agosto. Fervendo na chávena o café sabe-me … More Pôr a escrita em dia

A vida plena

“Sempre desprezei as coisas mornas, as coisas que não provocam ódio nem paixão, as coisas definidas como mais ou menos, um filme mais ou menos, um livro mais ou menos. Tudo perda de tempo. Viver tem que ser perturbador (…) O que não faz você mover um músculo, o que não faz você estremecer, suar, … More A vida plena

American way of life

Adoro o sublet. Alugar uma casa privada, na ausência dos donos, com toda a intimidade dentro. Os ruídos, os cheiros, o gosto, a cumplicidade. É a forma mais interessante de fazer férias, pelo prazer de sermos surpreendidos todos os anos. O sublet permite aceder à vida americana. Sem filtros. Sento-me a observar. Sobre a mesa … More American way of life