Diário da Copa – Xikunahity (Futebol de cabeça)

“Bem-aventurados os que não entendem nem aspiram a entender de futebol, pois deles é o reino da tranqüilidade”, escreveu o Drummond de Andrade numa genial crónica sobre futebol, publicada em 1974 no Jornal do Brasil, que nada perdeu em actualidade quarenta anos depois. Às 17 horas de Brasília o país pára, de Boa Vista a … More Diário da Copa – Xikunahity (Futebol de cabeça)

Diário da Copa – Rebelião da alegria ou como o Brasil já venceu a Copa

O Brasil já ganhou a Copa. Passo a explicar. Eu estava entre aqueles milhões de brasileiros que se emocionaram quando o Brasil derrubou o Chile nos penáltis. É  verdade que o coração é o nosso músculo mais forte, mas as decisões por penálti deviam ser proibidas pela Convenção de Genebra. A força das duas “paradas” de Júlio César … More Diário da Copa – Rebelião da alegria ou como o Brasil já venceu a Copa

Diário da Copa – O dia em que Marcelo foi herói

Ele chama-se Marcelo. Não quer dizer onde vive. É fácil adivinhar que a sua realidade não é a porta da frente, que nasceu do lado errado da cidade. De um dos demasiados lados errados de São Paulo. É um mulatinho de calções curtos, pernas finas, cabelo crespo, olhos como a noite, brilhantes. Dá vontade de lhe perguntar … More Diário da Copa – O dia em que Marcelo foi herói

Diário da Copa – O dia em que Portugal “caiu fora”

Acabo de chegar da Casa de Portugal em São Paulo. Fui assistir sozinha ao jogo entre Portugal e o Gana. Gosto de exercitar a dúvida – será que é mesmo assim? será que tudo está perdido? – e sou por natureza uma optimista. Acredito que há sempre um novo dia, vinte quatro horas em que … More Diário da Copa – O dia em que Portugal “caiu fora”

Diário da Copa – Diálogo comigo mesma

Todos os sábados há uma feira encantadora na Praça Benedito Calixto com sua atmosfera de  quase café de bairro, próxima, simpática, familiar. Antiguidades com patine adquirida, livros, discos, artesanato. Insuspeita maravilha que só vendo por dentro. Percorre-la é um bálsamo para a alma numa cidade agitada, histriónica. A redescoberta da lentidão. Sinto-me entre Buenos Aires e Paris, ali bem … More Diário da Copa – Diálogo comigo mesma

Diário da Copa – nestas coisas de futebol sou um homem

Sentada no Bar Zurique com um chopinho à frente prepara-me para o jogo. Aguenta coração. Sou a única portuguesa no local e estou (piedosamente) acompanhada de um jornalista alemão (don’t mention o primeiro jogo). Já não tenho unhas e treme-me a voz ao cantar o hino. Os coreanos da mesa em frente aplaudem e sorriem-me. … More Diário da Copa – nestas coisas de futebol sou um homem

Diário da Copa – Livraria Cultura

É a hora antes do poente. O céu está cinza. Um vento gelado anuncia mais do que o fim da tarde na Avenida Paulista, é prefácio do Inverno. Há uma efervescência aqui. Gente apressada, vendedores de rua, mendigos, polícia, skates, vozes, carros, turistas. É  bom caminhar pela Paulista. Gostoso. A conversa rola fácil. Todo Brasil está em … More Diário da Copa – Livraria Cultura

Diário da Copa – Humor brasileiro

Abrir parêntesis. Por vezes o meu mundo de estrangeira, de europeia cruza-se na intersecção da violência com um mundo paralelo de geografias supostamente sem esperança. Aqui em São Paulo, no Rio, subir a ladeira, subir o morro até à favela tornou-se numa atracção para gringo. Adrenalina e cartão-postal. Pornográfica fotogenia .Quase zoológico-chique. Se os gringos, … More Diário da Copa – Humor brasileiro

Diário da Copa – divagações várias que passam por Ronaldo

Desconfiar do óbvio e recusar a banalidade foi talvez a mais importante a mais importante lição que o jornalismo me ensinou. Treinou-me também no exercício contínuo de resistência e apreciar como uma pedra rara a generosidade. Por ser jornalista tive, tenho, o privilégio de conhecer diferentes geografias e ouvir a narrativa de muitas vidas sofridas, … More Diário da Copa – divagações várias que passam por Ronaldo

Havia um Müller no meio do caminho, no meio do caminho havia um Müller

Onde estava a 20 de Junho de 2000? Não se recorda? Quem não se interessa por futebol que vire a página, perdão navegue para outro local, e nos deixe com as boas memórias. Recapitulemos. Nesse dia a selecção portuguesa venceu por 3 a 0 a Alemanha, em Roterdão. É pavloviano: quando penso naquele jogo, ouço a canção “Haja o … More Havia um Müller no meio do caminho, no meio do caminho havia um Müller

Diário da Copa – A feijoada da Clara #Dia 2

Ali no alto do morro, bem alto a vista é de cortar a respiração. São Paulo, a cidade-país, é um horizonte geométrico. Paralelepípedos rasgam o céu. Milhares de torres. De um condomínio em frente esvoaça um bandeira. Tecido esvoaçante que parte do 23 andar e termina no segundo. Sessenta e nove metros de comprimento por … More Diário da Copa – A feijoada da Clara #Dia 2