Isabel dos Santos, petrodólares e abutres

A realidade não é a preto-e-branco. Certo. Mas em alguns momentos é tão previsível. Como esta notícia . Isabel dos Santos, a filha mais velha do presidente de Angola, tornou-se na primeira bilionária africana, segundo a revista norte-americana Forbes. As ações de empresas cotadas em Portugal, caso do BPI e da ZON, juntamente com activos … More Isabel dos Santos, petrodólares e abutres

Arquivo Digital sobre as lutas coloniais

A Fundação Mário Soares vai lançar, na sexta-feira, uma plataforma que disponibilizará na Internet documentos de arquivos públicos e privados dos países de língua portuguesa, pretendendo auxiliar principalmente os investigadores. “Trata-se de criar uma plataforma de uma comunidade de arquivos de língua portuguesa, juntando arquivos públicos e privados, desde já alguns de Portugal, Guiné-Bissau, Cabo … More Arquivo Digital sobre as lutas coloniais

Aerograma

Não sei se se lembram dos “bate-estradas” ou “corta-capins”, os aerogramas enviados aos e pelos soldados portugueses no Ultramar? Pedaços de papel que aquietavam ou desassossegavam corações. Chegavam sempre atrasados à vida, embora eternizassem momentos. Que não dariam eles para trazer palavras com olhos? Iluminando poentes cor de sangue. Iludindo o medo, as emboscadas, a solidão … More Aerograma

Consegue Eduardo dos Santos dormir descansado?

Luanda tem uma das mais belas baías do mundo, uma beleza de cartão-postal, mas não é isso que me impressiona. O que me impressiona é a cacofonia, o som confuso, caótico, milhões enlatados num espaço que não foi pensado para tantos. Pujança e pobreza. Felicidade e infelicidade. Ostentação e luta pela sobrevivência. A melodia de … More Consegue Eduardo dos Santos dormir descansado?

Ligações perigosas

Lembrei-me hoje do retrato de Maquiavel, no Palazzo Vecchio, em Florença. Nessa pintura o aristocrata florentino tem um sorriso enigmático, de Giocconda, os lábios cerrados refreiam a emoção, reforçam a impenetrabilidade, e o olhar parece zombar da cupidez dos homens. Maquiavel, tido como o pai da ciência política, adoptou o realismo político, sem ilusões e justificar todas as perfídias como meios para alcançar um … More Ligações perigosas

Momento romântico

Namoro Mandei-lhe uma carta em papel perfumado E com letra bonita eu disse ela tinha Um sorrir luminoso tão quente e gaiato Como o sol de Novembro brincando De artista nas acácias floridas Espalhando diamantes na fímbria do mar E dando calor ao sumo das mangas Sua pele macia – era sumaúma… Sua pele macia, … More Momento romântico

(Mais) uma boa razão para ler o Público

“ Angola, os mitos e a realidade em discurso directo pelos emigrantes portugueses”, é o título de um excelente trabalho jornalístico do Público. A ler para quem não quer andar às cegas. Trata-se de um ensaio sobre a nova vaga migratória portuguesa, comparável à dos anos 1960, sobre os riscos profissionais que se correm, sobre … More (Mais) uma boa razão para ler o Público

Coisas de espantar (ou talvez não)

Há em Portugal, muita gente, jornalistas incluídos, que é alérgica ao Pedro Rosa Mendes. Por motivos variados.  Não andarei muito longe da verdade ao presumir alguma invejazinha por detrás da “alergia”. Adiante. Recentemente o i noticiava o suposto pedido de desculpa de Pedro Rosa Mendes ao presidente angolano. Artigo que rapidamente se espalhou pelos murais … More Coisas de espantar (ou talvez não)

Inquietações

“Angola inverteu, através do sistema financeiro, a relação colonial: Portugal foi colonizado através da finança, banca, energia e telecomunicações. São sectores vitais que hoje controlam indirectamente o que se pode ou não dizer na imprensa portuguesa. Quem não vir isso é ingénuo. Há uma vaca sagrada que é Angola, não se toca. Se se chama … More Inquietações

O Pedro

Disclaimer: O Pedro Rosa Mendes é meu amigo e um dos jornalistas que mais admiro em Portugal. Pela verticalidade, pela seriedade, pelo talento e maestria com que usa as palavras e sobretudo pela Independência. Trocámos várias mensagens durante a emissão o “Reencontro” na RTP 1 e numa delas o Pedro disse-me “vou escrever uma crónica … More O Pedro

Occupy África

Não cabe no script. Dirão alguns que este não será o melhor momento para se falar sobre pobreza em África. Com as câmaras atrás dos despojados europeias e os holofotes apontados para os caixotes do lixo gregos. Discordo. Este é seguramente um dos melhores momentos para se olhar para a pobreza extrema. Para os milhões … More Occupy África

Sustos…

 1. Em Berlim vive-se uma situação deveras curiosa. Um “não-partido” de geeks, chamado os   Piratas, que ganhou os seus galões a defender a liberalização das drogas leves, a privatização da religião, a proibição da videovigilância policial e o fim dos direitos autorais tomou de assalto a Rotes Rathaus. Foi o verdadeiro vencedor da noite eleitoral … More Sustos…

A Lunda-Norte ali tão longe, aqui tão perto

São eternos. Quase tão perene como eles é o horror que perpetuam. O brilho de cada diamante angolano é sujo. Encerra um inferno de exploração, humilhação, abuso, tortura, crime e corrupção. Em “Diamantes de Sangue – Corrupção e Tortura em Angola”, lançado hoje em Lisboa, o jornalista angolano, Rafael Marques – distinguido internacionalmente pelo seu … More A Lunda-Norte ali tão longe, aqui tão perto

O palco é para ele, e só para ele. Até quando?

Alguns apocalipses estão prometidos em África. Inquieta-me pensar que Angola possa ser um deles. Os sinais estão todos lá. Se o olhar não se deixar ofuscar pelo brilho de Luanda ou embaciar pelos petrodólares constata que o rei vai nu. E que o chefe, que não tolera rivais nem sucessores,  começa a vacilar. A violência … More O palco é para ele, e só para ele. Até quando?

Surprise, surprise

Luanda é a cidade mais cara do mundo para expatriados e isto pelo segundo ano consecutivo. Esta é  uma das  conclusões de um estudo  realizado pela Mercer. Tóquio permanece na segunda posição e N’Djamena, no Chade, na terceira. Segue-se Moscovo, na quarta posição, Genebra na quinta e Osaka na sexta. Zurique sobe um lugar, ocupando … More Surprise, surprise

Merkel em Angola

LUSA- O desenvolvimento das relações económicas entre a Alemanha e Angola, praticamente inexistente até ao fim da guerra civil angolana, tem tido na última década uma dinâmica crescente, interrompida, porém, pela crise económica e financeira internacional. A visita oficial da chanceler Angela Merkel a Angola, na terça-feira e na quarta-feira, destina-se, por isso, a tentar … More Merkel em Angola

Se isto é um país

Em Angola trocam-se favores sexuais nas prisões por comida. A liberdade de imprensa dilui-se a gosto. Os impunes estão cada vez impunes e mais ricos. Escandalosamente ricos. Vista dos vidros fumados, dos condomínios fechados de Luanda, a fome na berma do país não tem cor. É transparente. Não vem no Bilhete de Identidade. O destino do país … More Se isto é um país

A nova ordem por vir

Desde a independência que Angola se move numa espiral que hipoteca o seu desenvolvimento. A não-manifestação de 7 de Março é o espelho do país. Reflecte a asfixia. E o medo. Porque é  irrisório falar-se de democracia em Angola.  No entanto os angolanos não saíram à rua, porquê? Há explicações várias para a não inscrição … More A nova ordem por vir

Reconstrução angolana made in China

É um clássico angolano. Azar ser-se pobre num país escandalosamente rico. Façamos uma cronologia breve. Inaugurou-se há quatro anos e trata-se do primeiro hospital público construído em Angola desde a independência do país em 1975. Um cicio da promessa joseeduardista de reconstrução nacional após 37 anos de guerra civil. Em Junho de 2010, o Hospital … More Reconstrução angolana made in China

Never ending story…

O longo folhetim do caso Angolagate  estará próximo de um desenlace ? O caso conhecido na justiça francesa como Angolagate recomeça na quarta-feira, em Paris, com o julgamento em recurso do empresário Pierre Falcone, acusado de tráfico de armas, branqueamento de capitais e fraude fiscal. O empresário francês, que tem também nacionalidade angolana e que … More Never ending story…

Meninos de ninguém

  Nenhum outro continente tem sido tão usado, explorado e mal interpretado. Marionete das vontades e  avidez de outros, do colonialismo ao teatro  da  guerra-fria, até ao actual capitalismo selvagem de matriz africana. Perceber a África é compreender o mundo  cínico e egoísta no qual vivemos. Em cidades africanas, como Luanda,  coabitam o brilho metálico das torres e … More Meninos de ninguém

Petrodiplomacia

O presidente brasileiro, Lula da Silva, encaminhou por intermédio do presidente da Petrobras, um convite ao seu homólogo angolano, José Eduardo dos Santos, para visitar o Brasil, noticiou a agência Angola Press.  José Eduardo Santos recebeu José Gabrielli esta quarta feira, no palácio presidencial da Cidade Alta, em Luanda, tendo o presidente da Petrobras discorrido … More Petrodiplomacia