Porquê?

Porquê?Porquê?Porquê? Ceder território? Depois disto ?Viver em zonas ocupadas depois disto ? Esta é uma guerra também por valores, quais são os que queremos para nós e para os nossos filhos e netos ? As democracias liberais são imperfeitas porém o lado certo da história é ao lado delas não de déspotas que desprezam a … More Porquê?

Paz ?

Neste dia de Páscoa em que muitos de nós, crentes ou não crentes, se sentarão à mesa com a sua família, seja a de sangue seja a escolhida, há quem não o possa fazer. Na Páscoa penso habitualmente na Paz, em verdade não só na Páscoa,mas neste dia especialmente. Vivemos uma guerra da Europa com … More Paz ?

Missão “Ucrânia aqui tão perto” ( take 0)

Conhecemos os nomes todos das notícias. Habituámo-nos a ouvi-los diariamente. Projectamos neles os nossos medos.Conseguimos imaginar as noites cerradas de Kyiv, de Mariupol, de Lviv.Não são geopolítica, nem geoestratégia. Têm espessura, rosto. São pessoas agitadas sem bússola onde repousem. Tentemos ser bússola para alguns deles. Quando o Renato, meu amigo de sempre, me pediu um … More Missão “Ucrânia aqui tão perto” ( take 0)

Caixotes

Aos pouco mais de trinta já tinha vivido mais do que a maioria de nós numa vida inteira. Já tinha conhecido a violência e a fome na cidade baiana onde nasceu, que de redentora só carrega o nome, Salvador. Já desejou não ser preto e emigrou para Lisboa. Foi enganado, roubado, dormiu meses a fio … More Caixotes

O silêncio cúmplice dos não-inocentes

Apesar de ser uma ideia razoavelmente consensual afirmar que a violência sobre mulheres ou o abuso sexual são inaceitáveis, responsabilizar homens violentos ou assediadores é para muitos ir longe demais. Por estes dias, o #MeToo chegou finalmentea Portugal, onde tudo chega atrasado, e permitam-me ter a esperança de que tenha chegado para estilhaçar a omertà … More O silêncio cúmplice dos não-inocentes

Da pista à pedreira

A morar numa modesta casa de dois quartos no Bairro Militar, subúrbios de Bissau, Domingas Mbana Togna, a mulher mais medalhada do atletismo da Guiné-Bissau, exibiu para a Lusa, com visível orgulho e nostalgia, as medalhas, troféus, diplomas conquistados em cerca de 20 anos de carreira, bem como os passaportes que usou nas várias viagens … More Da pista à pedreira

Poesia experimental

Senhores jurados,Os homens são particularmente encantadores, já dizia a poetisa, amam as mulheres, basta que os achem perfeitos. Como podem não amar os homens as mulheres ? É tão simples. Senhores jurados, Mulher séria não tem ouvidos.Os homens preferem as mulheres difíceis. Sê doce, mulher. As mulheres não dizem asneiras.As mulheres sentam-se de pernas fechadas.Onde … More Poesia experimental

Não se trata de reescrever a História. Trata-se, apenas, de garantir que ela não se repetirá

Em ditadura, há condecorações que pesam, e que arrastam os seus condecorados para as profundidades mais turvas da memória, escreve o jurista, professor universitário e ex-secretário de Estado Miguel Prata Roque, que conta o caso do nazi das SS Karl Schümers, responsável pelo assassínio de muitas centenas de gregos e que, apesar de todas as … More Não se trata de reescrever a História. Trata-se, apenas, de garantir que ela não se repetirá

O derrube do Padrão dos Descobrimentos e outras parvoeiras:

Um deputado socialista escreveu um bom texto de opinião sobre o iníquo voto de pesar pela morte de um “herói” de guerra. Esse texto, que subscrevo, pecava por uma parvoeira, o apelo ao derrube do Padrão dos Descobrimentos, que não subscrevo. O Padrão que tal como a intervenção no Castelo de São Jorge e alteração … More O derrube do Padrão dos Descobrimentos e outras parvoeiras:

Calhou-nos a nós

Em 2011, residia na Alemanha mas fui passar um largo período de tempo à Califórnia. Aluguei uma casa tipicamente americana com alpendre de madeira, jardim frontal sem gradeamento e plano de emergência em caso de terramoto colocado no frigorífico King size.Aprendi imenso nesses dias. Deixava as miúdas na colónia de férias da Universidade e ia … More Calhou-nos a nós

Desejos para 2021

Desejos para 2021 Que Corona volte a ser apenas uma cerveja Que quando nos encontrarmos demos um passo em frente e não um atrás Que Positivo volte a significar isso mesmo Que os Testes só tenham lugar na escola Que Isolamento seja apenas para cabos eléctricos Que possamos usar Máscaras para festejar o Carnaval Que … More Desejos para 2021

Imparcialidades

Se um jornalista perguntar a um convidado: “no seu programa eleitoral diz que todos os cortinados dos portugueses futuramente serão verdes, sim ou não ?”. E o convidado responde e “ah mas o Ricardo Manuel quer cortinados lilases e a Maria Teresa cortinados às bolinhas, que vergonha”. O dever do jornalista é repetir até obter … More Imparcialidades

Carta aos Exmos membros da Ordem da Sisudez

Com o Orçamento fechado e a época festiva a chegar há que redirecionar a pedinchice. Epistolemos portanto. Antes de mais peço desculpa por importunar os que andam em bolandas com conspirações galácticas, o “vírus inexistente” e os clones (como eu precisava de um, ou de dois vá), seguindo gurus licenciados em Ciências da Vida, mestrados … More Carta aos Exmos membros da Ordem da Sisudez

Passageiros clandestinos

Resignação é a mais feia palavra da língua portuguesa. É um esmagamento.Nascemos para viver contra os aniquilamentos. Vou contar uma história. Quando ela tinha 12 anos disseram-lhe: “a minha vida acabou quando tu nasceste”. A mãe morreu no parto e nunca lhe perdoaram. Aquelas palavras queimaram lá dentro, doeram mais que o descaso, as tareias … More Passageiros clandestinos

Bebés danificados: a indústria da gravidez de substituição

Alguns choram no berço. Outros são embalados ou amamentados a biberão por empregadas. Os récem nascidos não estão no berçário de uma maternidade, estão alinhados no lobby de um edifício de nome improvável, Hotel Venice, guardados por muros e arame farpado. As crianças são filhas de casais estrangeiros, nascidas na Kiev através de mães de … More Bebés danificados: a indústria da gravidez de substituição

10 de Junho 2020

O QUE É AMAR UM PAÍS Agradeço ao senhor Presidente o convite para presidir à Comissão das comemorações do dia 10 de Junho, Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades. Estas comemorações estavam para acontecer não só com outro formato, mas também noutro lugar, a Madeira. No poema inicial do seu livro intitulado Flash, … More 10 de Junho 2020

Miguel

Miguel Otávio Santana da Silva tinha 5 anos e caiu do 9 andar de um prédio de luxo no Centro do Recife, no dia seguinte ao dia da criança. Assim dito pode parecer um azar, um acidente. Mirtes Renata é “diarista” ( empregada doméstica)e mãe do Miguel, no momento da queda ela estava a passear … More Miguel

E o passado aqui tão perto

Abruptamente falamos do início do ano como se de um passado longínquo se tratasse e introduzimos palavras pouco usuais no nosso vocabulário: confinamento, desconfinamento, distanciamento social. Falamos do “R” como se fosse aquele tipo rezingão que ninguém suporta. O que parecia impossível, aulas em casa, teletrabalho, fronteiras fechadas, aviões parados, tornou-se o possível.As redes sociais … More E o passado aqui tão perto

Da desilusão

Quando eu era adolescente e sofria desilusões lamentava profundamente não ser mais parecida com a minha grande amiga de infância. Cresci e continuei a pensar o mesmo. Foram inúmeras as ocasiões em que eu a vi desapegar- se completamente de pessoas que, de uma forma ou de outra, foram desleais, que a tinham desiludido ou … More Da desilusão