Crónica de viagem: La Paz

Acordei com 2 graus negativos. O céu está de papel de seda azulão. Brancas nuvens verticais dão drama ao céu de inverno. Como se fosse necessário.

Desci a pé até ao centro, uma caminhada de mais de uma hora por ruas estreitas, umas desertas outras fervilhantes de vida ( não me perdi como em Dhaka, mas o dano aqui seria menor porque falo a língua). Casarões coloniais, quase todos violados por graffitis. As zebras do trânsito ( aqui há mascarados de zebra para ajudar a atravessar a rua).

Na Praça Murillo, onde fica a Catedral e o Palácio presidencial detive-me a observar as crianças a atirar milho às pombas e estas a partirem em revoadas. Homens e crianças passeiam com flores vermelhas nas mãos.

O 27 de Maio é o dia da mãe na Bolívia e o dia das Heroínas de Coronilla, mulheres que em Cochabamba, em 1812 lutaram contra o colonialismo espanhol sendo massacradas. É o segundo ano que passo este dia aqui.

Na Rua do Comércio um casal de cegos entoa uma balada condoída, ele toca zampoña, ambos esperam a bênção de uns bolivianos. Uma menina Quechua brinca sozinha enquanto a mãe vende flores para outras mães.

Ainda há pouco estava nas frenéticas favelas de La Paz e de repente pintura barroca, brilhos, tapeçarias, tectos hipnotizantes, pinturas, madeiras raras. Tanta beleza extraída da violência e da antecâmaras do inferno que eram (que são) as minas bolivianas. O Museu Nacional de Arte fica num Palácio construindo em 1775 em granito cor de rosa misturando a grandeza barroca e a exuberância andina.

Um Kallahuaya (feiticeiro) do Apolombamba oferece-me os seus préstimos, bebo com ele um mochochinche ( bebida muito açucarada com pêssego, cana de açúcar e canela servido num pêssego seco). “Es fácil cambiar el curso de los ríos y las montañas, pero difícil cambiar la naturaleza de una mujer. Tu és viajen”.

Vou almoçar, table for one, num restaurante popular de La Paz e depois tentar encontrar o caminho de regresso.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s