Crónicas de viagem ( 1) – Bruxelas – Entebbe

Neva em Bruxelas. Muito. Fui tomar um cappuccino antes de embarcar, à minha frente o Tim pedia dois latte. Teve dificuldade em equilibra-los numa mão enquanto noutra mantinha segurava a metralhadora. A nova normalidade é conversar num café de aeroporto com um soldado pesadamente armado. São simpáticos e prestáveis os militares no aeroporto.

Leio uma crónica do Lobo Antunes e usando uma expressão dele veio-me com toda a força a África ao corpo. O escritor fala de Angola da guerra controlada e de um “número reduzido de cadáveres” e acrescenta “a merda é que eu os vi”.

Zanguei-me com alguém de quem gosto. Perdoo tudo, o egoísmo não.

Falam-me em francês. Vou ver um comédia levezinha a bordo. Até já.

Adenda: o aeroporto acaba de ser encerrado por causa da neve.

10.12.17

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s