Crónica de viagem (4) Garuga

Se me perguntassem o que sinto teria dificuldade em responder. Estou sentada a olhar o lago Vitória, debaixo da copa das mangueiras, a esperar o escurecer. Gosto daquele cheiro de humidade quente, das garças brancas, magníficas, refulgentes. E do sol, não vou escrever sobre o sol africano que torna o adeus a este continente impossível, torna-se subcutâneo.

Tive um dia longo, duríssimo. Pensem no Ruanda, no Burundi, na República Centro Africana, no Quénia, no Uganda. Agora declinem em crianças soldado, perseguição política, violação como arma de guerra, refugiados.

Desta vez não vou contar as histórias deles, talvez outro dia o faça. Hoje sinto-me oca como aqueles leões de gesso que ladeiam os portões em Veneza ou nas casas do interior de Portugal.

Com tudo embrulhado cá dentro penso como é difícil escrever sobre a guerra, a desolação e o seu catálogo de horrores. Como explicar os seus efeitos a quem nunca ouviu um tiro, uma explosão, mastros de bandeira sem bandeira onde pousam abutres ou cruzou o olhar com gente sem lágrimas para doer mais.

Existir, ou melhor fazer existir, é para mim uma segunda pele. “Há sempre no fundo do sofrimento uma janela aberta uma janela iluminada”. É a que procuro e a que encontro na dedicação dos meus alunos, na sua dignidade, na generosidade com que acreditam que outro mundo é possível, que o jornalismo de rosto humano faz tanta falta.

Cruzo os meus mundos, o europeu, e o dos invisíveis. No meu mundo europeu há quem me tenha escrito “trata-te, não há paciência para os teus filmes”, sem a menor empatia quando falei de sofrimento na primeira pessoa, no meu mundo a sul ensinam-me (tantas vezes mais do que lhes ensino a eles) o que significa ser humano. Intrigo-me tantas vezes o que será que certas pessoas veem quando se veem ao espelho ? Não sei se quero saber a resposta, sei que as aves voam para Sul, fugindo ao Inverno. Também o dos corações.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s