Retrato imperfeito de Chittagong 

Vêm em revoadas, as vagas de buzinadelas, dispersam-se e regressam, numa desorientação labiríntica.Da porta do hotel para lá fica a realidade. Que não é plausível. 
Saí do hotel para caminhar, está uma noite quente, calor bastante para aquecer o mundo. Vou jantar qualquer coisa na berma da estrada. No meio da vertigem, da voragem humana que é esta cidade. Caminho depressa, ziguezagueando entre o amontoado confuso de riquexós, carros, autocarros no limiar das eras. O cheiro de lixo amontoado, de coisas apodrecidas, de comida, torna-se íntimo, como uma segunda pele.
 O olhar errante na dispersão do horizonte é interrompido um puxão no braço. Quedo-me um instante. Hirsuto, mostra-me o coto da perna e pede-me a graça de uma moeda. Ponho-me a adivinhar. Terá dez, doze anos, o menino estropiado. Há milhares nesta cidade, farrapos de gente de quem os cínicos diriam que estão na flor da idade. Olhar trémulo. Fita-me. Abrasa-me. Não o fotografo. Nem à menina cega, com um ricto de esforço, nem à mulher de idade indefinida e mãos aduncas. Olho-os, fito-os na voragem no meu vazio. 

Depois avanço. Como com esforço um pedaço de Nan com frango. Ao pé de uma vidraça coberta de uma grossa camada de pó. Olho para dentro da loja. Tudo quieto no tempo e então reparei. Duas crianças, de túnicas azuis, sentadas numa mesa de plástico a escrever em letra redonda as conjugações dos verbos. ” I am. You are. He/she is”. Quedo-me suspensa da graça que me visita. “We are”.

A foto é do Nayeem Kalam. Mostra um dos milhares de sem abrigo de Chittagong.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s