O gaspacho está na moda

Quando Cristóvão Colombo trouxe o tomate para Espanha no século XVI não poderia imaginar o sucesso que o fruto teria, nem que este se iria tornar na base da sopa fria mais consumida em Espanha.

Foram camponeses da Andaluzia, no século XIX, que incorporam o tomate no “gazpacho” (palavra  de origem árabe  que significa pão molhado). 

Leio no El País queactualmente   os espanhóis bebem 50 milhões de litros de gaspacho, dos quais 45 milhões são industrializados ( no valor de 92 milhões de euros). 

Os millennials incorporaram o gaspacho na dieta e levaram os grandes fabricantes espanhóis a criar um gaspacho ecológico que é tido como o gaspacho “do futuro” e é vendido para a hotelaria espanhola é exportado. Só o Corte Inglés vende 11 marcas diferentes.

A questão que me coloco como grande apreciadora de gaspacho é: sendo o gaspacho algo tão fácil e rápido de preparar,  há necessidade de o consumir industrializado ? Compactua-se isto com um consumo ecológico ? 


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s