Da fantasia 

  

O psiquiatra José Gameiro, numa crónica sobre fantasia e o seu papel para superar o trauma, conta a história de uma colega que conheceu em Roma. Elena era filha de uma ex-deputada do PC italiano e de um resistente contra o nazismo lendário. A psiquiatra sofria de esclerose múltipla, doença de que viria a morrer, e apesar de ajudar os outros a entender a vida, como muitos outros filhos nunca aceitou a separação dos pais. Tentava porém suavizá-la com uma belíssima fantasia. ” Sabes como é fui feita ? Dentro de um carro abandonado no campo depois de um bombardeamento, onde tinha crescido uma rosa. Foi ali que os meus pais me fizeram”. Sublime. 

A vida também é isto. Ouvir a fantasia e deixar-se transportar por ela. Sem racionalizar. 


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s