Na tua margem 

  

Porque fazes dos dias veleiros que conhecem os ventos e determinam meridianos.Porque és areia fina como mãos de príncipe onde me quebro em espuma 

Porque o teu corpo agasalha longe das vozes da ventania 

Porque a noite toma a forma do teu rosto 

Porque quero permanecer naquele momento de assombro e perfeito em que aproximaste os teus lábios e me ardeste no peito 
Por tudo isto aqui estou. Abrigando-me na tua margem e mais além. 

HFG


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s