Compaixão: reflexão sobre Guantánamo

Li muitas reportagens e artigos sobre os prisioneiros de Guantánamo desde que a prisão foi criada. O tema é difícil para mim. Decidi escrever sobre ele apenas porque me parece que um aspecto foi esquecido – ou quase – nas inúmeras abordagens. O sofrimento. Nem todos os que lá estão detidos são monstros, como a maioria de nós preferiria.

Para quem esteve em Marte nas últimas semanas recordo o diário do prisioneiro 760, Mohamedou Ould Slahi, de que o Der Spiegel publica excertos. É um catálogo de horrores inimagináveis. É bem difícil olhar com compaixão para um homem ou mulher que suspeita de terrorismo, mas em Guantánamo há muitos inocentes Mohamedou Ould Slahi, que apesar de ilibado permanece deito na maior vergonha americana.

Dos relatos dos abusos o que me chocou mais foram os abusos sexuais cometidos por mulheres. “Ter sexo com alguém não pode ser considerado tortura”. No caso de muitos prisioneiros homens abusados por mulheres, o sofrimento é ainda mais avassalador porque não podem negar ter sentido desejo, ou não teriam tido erecção. A psicologia explica que não é assim tão raro a vítima sentir desejo em casos de abuso. Mas é muito difícil para as vítimas do sexo masculino lidar com ele sem se sentirem culpadas ou responsáveis.

Penso que, para além das obrigações legais e éticas de qualquer militar, o que faltou aos militares de Guantánamo e aos políticos que sabiam o que acontecia e nada fizeram foi um dos pilares da humanidade: compaixão. Pelas vítimas. Terroristas ou não.

Advertisements

One thought on “Compaixão: reflexão sobre Guantánamo

  1. Olá meus amigos, como é maravilhoso encontrar sites com este seu. Parabéns pelo belo trabalho, já estou seguindo.
    Aproveitando a oportunidade gostaria de compartilhar com você nosso
    blog. Ficaremos felizes por vossa visita e mais ainda se seguir-nos.

    AGUARDAMOS SUA VISITA

    Atenciosamente

    Josiel Dias
    http://josiel-dias.blogspot.com
    Rio de Janeiro

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s