Procuro-me

2015/01/img_1469.jpg

Nos dias desagasalhados de alegrias, naqueles em que sinto a aresta cortante da ausência procuro-me.
Procuro-me no sussurrar da chuva tempestiva que o Inverno enche de perfumes.
Procuro-me nas ondas apressadas e só encontro o longe que se afasta.
Procuro-me na música que empresta a voz ao que sinto de forma silenciosa.
Procuro-me nas palavras “que momentos há em que eu suponho, seres um milagre criado só para mim”.
Procuro-me quando me aquieto para escutar os meus pensamentos e na redenção dos livros.
Procuro-me e não há Google para isso.

Advertisements

2 thoughts on “Procuro-me

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s