Predadores

3509483_7_da94_la-fillette-virtuelle-sweetie-creee-par_abc0f48235b02a1a903e802b8f63edcb

Os crimes precisam de castigo e a vida das crianças que aprendem a viver “com todas as lágrimas viradas para dentro” não é um pormenor.

Ontem um homem australiano, de 38 anos, foi condenado a dois anos de prisão efectiva por ter tentado “comunicar de forma indecorosa com um menor” e pela posse de material de” carácter pedófilo”. Trata-se da primeira condenação entre os vinte mil predadores de 71 países revelados por  “Sweetie” , a menina virtual filipina criada pela ONG Terre des Hommes. Uma boa notícia.

Há uns meses li com rigor clínico o catálogo de horrores sob a forma relatório publicado pela ONG , que há vários anos tenta sensibilizar a opinião pública sobre o fenómeno da exploração sexual de menores na internet, o chamado “turismo sexual via webcam”. Aqui se descreve a negra realidade dos predadores com gostos perversos e requintados e a miséria que empurra crianças de 8, 9, 10 anos a desnudarem-se ou praticarem actos sexuais em frente a uma câmara enquanto do outro lado do mundo, do nosso lado do mundo, um predador, muitas vezes um pai de família, se masturba. Macabra lei da procura e da oferta.

Para os cépticos ou  para os cínicos uso como  argumento a força esmagadora dos números: segundo uma estimativa do FBI existem cerca de 750 mil predadores ligados a qualquer hora na internet, só nas Filipinas há dezenas de milhares de crianças vítimas deste tipo de “turismo sexual”, até ontem apenas seis predadores online, hoje sete, tinham sido condenados

O inalienável direito à dignidade é dos pilares da nossa civilização, assim como é responsabilidade de todos nós proteger as crianças do abuso e da exploração independentemente das condições socioeconómicas dos países onde as vítimas se encontrem. Para a Terre des Hommes a forma mais eficaz de travar a crime é faze-lo ao nível da procura: identificando e punindo os predadores. A tecnologia não pode ser sinónimo de impunidade, pelo contrário a cada vez maior conectividade implica responsabilização e o dever de proteger os mais vulneráveis. A forma como olhamos para o mundo define o que somos.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s