Fome de ti

Analfabeta de ti, demorei a ler-te.
Tinhas o tempo que era o das frases cadenciadas com vírgulas de pele transpirada.
Percorri-te as páginas na desordem do sangue,
num doce engano de sermos dois.
De lava os beijos solidificaram,
perderam a vertigem.
Sinto fome de ti,
substantivo sem adjetivo possível.

Helena Ferro de Gouveia

Anúncios

4 thoughts on “Fome de ti

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s