Agosto(s)

Descolo os olhos do écran. Olho pela janela do escritório, em Bona, vejo que as folhas das árvores amareleceram. Agasalho as mãos na chávena de café. Os computadores estão a negro, menos o meu. Gozo o silêncio, bem escasso.

A tarde está triste como as as tardes de Outono quando são em Agosto. O Verão não acaba agora, mas este dias têm um quê de ponto final. Faltam-me as encostas viradas ao Douro e as fragas transmontanas das férias tão recentes, tão distantes. Agosto em Portugal é outro mês. Conserva a nostalgia das viagens feitas à janela passadas entre o deslumbramento da paisagem, a introspecção e a merenda partilhada.

Em jeito de exorcismo da saudade mordo a maçã da Nova Zelândia que mão amiga colocou na mesa ao desejar-me bom fim-de-semana. Gosto de lhe sentir a resistência nos dentes , arrepia-me a acidez na ponta da língua. É como um amor a iniciar-se. Desperta-me.

O meu olha atravessa as árvores e detém-se num arco-íris. Agarro-me a essa nota derradeira de cor e sorrio. Bem vindo de volta Agosto.

 

PS- A Domadora encontra-se, como provavelmente a maioria de vocês , com pilhas de trabalho sobre a secretária e prepara-se já para a próxima viagem rumo à Bolivia. Se não nos falarmos antes desejo-vos um excelente fim-de-semana.

 

 

20140829-164222.jpg

Anúncios

2 thoughts on “Agosto(s)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s