Diário da Copa – Formas de voltar a casa

Da minha janela observo os aviões que levantam no aeroporto internacional de Brasília. Nada mais apropriado nesta cidade monumento a céu-aberto desenhada em forma de avião em plena solidão do descampado. “No príncipio era o ermo/Eram antigas solidões sem mágoa./O altiplano, o infinito descampado”, escreve o Vinicius.

Fiquei a observar os aviões  e perdi o sono.

O sinal de cabo do Hotel tem a RTP Internacional e a DW. A televisão portuguesa transmite o noticiário da Madeira e este fragmento da minha vida parece um daqueles cães a correr atrás da própria cauda em círculos cada vez mais apertados. Não é justo dizer que a a vida, ou pelo menos a minha, é “candango”. Candango, em quimbundo, Kingundu (ruim, ordinário, vilão) a palavra usada pelos escravos pelos africanos para designar os portugueses , e que aqui em Brasília designa os trabalhadores (quase escravos) que a construíram.

Como se diz no Brasil gosto de pegar na vida à unha. Assumir o protagonismo nela. Nem sempre escrevo o roteiro ou tantas vezes como gostaria. A vida é algo que se procura e quase sempre nos escapa. E é essa busca que nos faz existir, essa capacidade de nos reinventarmos, de olharmos para dentro e não vermos vísceras, mas horizonte.

Sinto o peso das escolhas. Ainda que o coração de carne bata em  perfeita sincronia o peito entra em combustão instantânea, numa dor cava. Funda. Há um mês que não vejo as minhas filhas, com excepção das reticências na saudade que é o Skype. A minha mãe continua internada.

Outro avião levanta.

A textura da vida é um cristal. Magnífico, feérico, frágil. Tão frágil.

O "H"do Niemeyer.
O “H”do Niemeyer.

 

 

PS – O facto de ter estado a ler documentos das Nações  Unidas com nacos de prosa como estes: “the UN’s High-Level Panel of Eminent Persons”, de ir ver o jogo da Alemanha contra o Brasil, em Brasília, em terreno diplomático, e de o Hotel só ter um restaurante de sushi contribuem para a minha depressão. Ohmmmm

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s