Diário da Copa – Diálogo comigo mesma

P1060529

Todos os sábados há uma feira encantadora na Praça Benedito Calixto com sua atmosfera de  quase café de bairro, próxima, simpática, familiar. Antiguidades com patine adquirida, livros, discos, artesanato. Insuspeita maravilha que só vendo por dentro.

Percorre-la é um bálsamo para a alma numa cidade agitada, histriónica. A redescoberta da lentidão. Sinto-me entre Buenos Aires e Paris, ali bem perto das milhares de torres paulistas. De vez em quando há um eco de futebol, mas o som mais alto é o  da roda de capoeira. “Luanda é meu boi, /Luanda é para /Tereza canta sentado /Oi Marina samba de pé/Lá no cais da Bahia /Na roda de Capoeira”.

P1060496

A feira é um espaço de confluências. Numa barraquinha encontro um brasileiro fascinado pela Alemanha, sem nunca a ter pisado.

Mais à frente, sabores de Portugal. Para adoçar doces de nomes memoráveis: ambrósia, papo-de-anjo, quindim,  espera-marido. Coisas do Brasil. “O açúcar (vindo da Madeira) refinou o paladar brasileiro, dando-lhe densidade histórica por intermédio dos doces e bolos”, escreveu Gilberto Freyre.

P1060521

Noutra barraquinha derramo os olhos sobre a minha infância na forma de dois bonecos: o Cebolinha e a Mônica. Como eu devorava aqueles quadrinhos e como me revia naquela menina gorducha, dentuça, de mau-feitio e “dona do pedaço”. Mónica e Mafalda, duas meninas latino-americanas temperamentais, dividiam os meus afectos.

Se alguém me perguntar o que de mais íntimo existe entre duas pessoas não responderei sexo. Não há nada que enlace, que crie cumplicidade do que partilhar memórias  felizes da meninice. A milhares de quilómetros de Lisboa em frente a dois bonecos de borracha, vislumbrei aqueles despreocupados dias em que a mãe era uma jovem bonita, o pai derretia fazia chocolate quente espesso e eu tinha os joelhos esfolados. Música ambiente para a minha melancolia: “Meu caro amigo me perdoe, por favor/ Se eu não lhe faço uma visita /Mas como agora apareceu um portador /Mando notícias nessa fita /Aqui na terra ‘tão jogando futebol”. Confluências.

P1060515

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s