Diário da Copa – Futebol na Ponta da Língua.

Este Inverno em São Paulo está Pernambucano. Garoa alternando com um calor húmido que evoca o turquesa do céu sem nuvens e do Atlântico em frente a Olinda. Sábado é um dia bom para andar de metro agora que a greve acabou. Da Trianon à Luz menos de meia hora.
Na estação da Luz faltam as escadas rolantes, ainda por construir, mas há um piano instalado num canto com um passageiro ocasional a tocar. Entro no Museu da Língua Portuguesa. As janelas trazem poemas recortados, atravessados pela luz do sol que entra.
“Ao lado do lixo/ no produto infeccioso do luxo/ser feliz é ser quase bruxo/pois ninguém crê que o diamante foi grafite/e que o sentido de tudo/é apenas um palpite”.

Subo no elevador até ao terceiro andar e entro num auditório repleto. Apagadas as luzes passa um filme sobre a origem da língua que é hoje falada em oito países, de Macau a Cruzeiro do Sul. Depois o ecrãs recua e entro num auditório-planetário-poetário. Nas paredes e no tecto projecta-se um colagem de texto-poema-música. Poemas do exílio, “Minha terra tem palmeiras/Onde canta o Sabiá;/As aves, que aqui gorjeiam,/Não gorjeiam como lá”, Drummond, Pessoa e heterónimos, Camões.

Descendo, no segundo piso há uma tela – corredor de 106 metros onde se caminha ao longo de um fio de luz. Música,tradição, cultura vertidas em palavras. Pequenos ecrãs explicam as diversas influências sobre a língua portuguesa no Brasil, das línguas indígenas, línguas banto, italiano, alemão, inglês, japonês aos neologismos de Guimarães Rosa.
Aqui e no andar superior encontra-se também a mostra temporária “Futebol na Ponta da Língua”, impossível entender o Brasil e a sua-nossa língua sem perceber o quanto é influenciada por essa paixão. Clarice Lispector escreveu sobre ele assim como Lins do Rego, Chico Buarque, Gilberto Freyre ou Drummond.

Por falar em futebol, imagine o que seria um Portugal – Brasil literário. “O jogo ainda por começar e o coração no peito já cansado: não havia relógio onde coubessem aqueles noventa minutos”. Em campo teríamos o craque português Pessoa, sobre o qual o seleccionador brasileiro Guimarães Rosa disse “Pessoa é magnífico, é múltiplo, multifacetado, parece vários em campo”, Saramago, que sempre que haja um erro de arbitragem dirá “farei um ensaio sobre a tua cegueira”, Gil Vicente, Eça, Antero, Bocage, hábil em distrair guarda-redes com as suas anedotas, padre António Vieira, que durante algum tempo esteve indeciso sobre em que selecção jogar, Camões na baliza, podendo justificar os golos do adversário com um “nem vi a bola”. Do lado brasileiro alinham Machado de Assis, Nelson Rodrigues, Oswald de Andrade, que irritaria o treinador português Pêro Vaz de Caminha dizendo que este tinha menos informações sobre o Brasil do que o que pensava, Jorge Amado e as suas cinco mil personagens e Drummond, bem só se este conseguir solucionar um problema com uma pedra. E o trio de arbitragem? É óbvio. Mia Couto, como árbitro-poeta principal, Agualusa e Craveirinha, como auxiliares. Como acabaria a partida? Respondo pedindo emprestadas as palavras ao árbitro, perdão ao Mia Couto. “A beleza do futebol não está no golo. Como na arte do namoro: o fascínio está nos preparativos. O encanto está no que não pode ser traduzido nem em número nem em palavra. A partida de futebol é sempre mais que o resultado. O mais belo num jogo é o que não se converte em pontos de classificação, é aquilo que escapa ao relatador da rádio, são os suspiros e os silêncios, os olhares e os gestos mudos de quem joga dentro e fora das quatro linhas”.

20140616-011825-4705755.jpg

20140616-011828-4708124.jpg

20140616-011823-4703695.jpg

20140616-011905-4745278.jpg

20140616-011903-4743098.jpg

Anúncios

2 thoughts on “Diário da Copa – Futebol na Ponta da Língua.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s