Razões pelas quais é impossível não gostar da Alemanha

Aqui a Maputo chegam-me notícias extraordinárias de Bona.

Já tinha escrito no blog sobre o fascínio da minha filha pela política e em particular pelo candidato social-democrata e ex-ministro das Finanças alemão Peer Steinbrück. Pois bem, hoje pelo correio chegou o convite para a Matilde lanchar com ele, na sua casa privada.

Que entre as negociações para a formação do governo alemão o Peer Steinbrück encontre tempo para pensar numa menina portuguesa de dez anos parece-me quase de ficção.
Schland Ich habe dich lieb.

20131004-182128.jpg

Advertisements

6 thoughts on “Razões pelas quais é impossível não gostar da Alemanha

  1. Ou uma amiga, A mãe ou uma amiga. 😉
    (Posso ser a amiga? hehehe)

    Agora a sério: que uma menina de 10 anos ponha o Peer Steinbrück na sua lista de Natal, mesmo antes do i-Pad e da bicicleta, é algo capaz de comover o maior coração de pedra. Aquela lista de presentes de Natal deve ter sido um dos poucos momentos de felicidade que o Peer teve durante a campanha eleitoral. Estava capaz de apostar que ele desatou a chorar quando viu a folha da Matilde. Pode ser que isto seja o início da uma wonderful friendship.
    (Helena: prepara-te, vais ter de morder a língua muitas e muitas vezes…)

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s