Pode uma canção mudar o mundo?

Pode.Esta é uma delas. E são poucos (fora da Alemanha e da França) os que dela se lembram.Escrita em 1964, por Monique Serf, uma judia francesa,”Göttingen, é o hino secreto da reconciliação franco-alemã.

Monique Serf, nome de baptismo, Barbara, nome artístico, tinha tudo para ser uma mulher amarga:  foi abusada sexualmente pelo pai, passou a guerra a fugir do terror nazi e dos colaboradores franceses. Descobriu no piano, na música a redenção. E escreveu sobre o esplendor das rosas de Göttingen.  Esta canção é um risco de luz, o reverso dos crepusculares, com a emoção concedida pela poesia. “O faites que jamais ne revienne/Le temps du sang et de la haine/Car il y a des gens que j’aime, A Göttingen, à Göttingen”.

Anúncios

2 thoughts on “Pode uma canção mudar o mundo?

  1. Muito bonita. Não conhecia. Sting, muitos anos mais tarde, escreveu “Russians”. A minha pergunta é: haverá um Sting russo? Uma Barbara iraniana?

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s