O mundo é um T0

“Meme” (Grande mãe) Helen. Gostava que acompanhasse hoje uma reportagem importante. É aqui perto. E é muito importante”. Não havia como recusar o pedido da directora da NBC Oshiwanyama.

Perguntei qual era o tema: o início (simbólico porque estamos em época de chuvas) da construcão de uma estrada de gravilha, com a presença do ministro do Trabalho e Transportes. Num país novo como a Namíbia, onde faltam infraestruturas para ultrapassar o isolamento das populações, um grande acontecimento. O “aqui perto” era lá onde acaba a estrada, a mais de 350 quilómetros de Oshakati, num lugar encostado à fronteira com Angola tão remoto que nem consta no mapa. Areia até ao fim do olhar em qualquer direcção. Três tendas brancas montadas para a ocasião.Novembro é mês de chuvas e ventos.

A hospitalidade namibiana concedeu-me um lugar na tenda, em frente ao pódio erguido para os discursos, com uma alcatifa cinza a cobrir a areia e o luxo de cadeiras de plástico forradas de tecido branco. Quando deixei de observar fascinada os trajes coloridos das mulheres, o fato cor de caramelo do governador da região combinado com uma camisa vermelho viva saída de um filme do anos setenta, e contar os cães magros que corriam pela areia, acabaram os discursos. As mulheres levantaram-se e entoaram cantares tradicionais. Imaginem o que é estar num lugar que nem vem no mapa e ouvir a dada altura: “Viva SWAPO ( o partido da independência namíbiana). A luta continua. A vitória é certa.” Em português.

Quando cheguei a Oshakati, vinda de Windhoek, a primeira imagem que retive desta cidade em terras de fim de mundo foi a mais improvável de todas: a Torre de Belém. Eu explico à entrada da cidade fica o Hotel Rocha’s que ostenta uma enorme bandeira portuguesa e outra angolana ( tenho de ir “investigar”) cujo logotipo é a Torre de Belém. Okuti kwa dala ( bem vindo a casa depois de uma longa viagem).

O mundo sempre me pareceu um T0 (a pedido do Rui Zink eu explico: “tzero”).

PS- As recomendações do meu amigo são todas verdade. Não provei os Mopani.

20121121-151417.jpg


2 thoughts on “O mundo é um T0

  1. Mesmo:) Essa da pequena distância não tardou::)) “Perto”, hein? 🙂 É uma delícia acompanhar estes seus relatos, Helena. Tanto mundo fora dos nossos pequenos mundos…felizmente, claro.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s