Inquietudes

Protestos contra o filme “A Inocência dos Muçulmanos” em Rawalpindi, no Paquistão.

A espécie de clausura que a violência põe em torno destes meninos e o resto mundo não lhes dá um ar infeliz. Eles sorriem e isso perturba-me.  Inquieta-me a intolerância transformada em ênfase. O outro transformado em ameaça. Os factos arredondados de modo a que entrem numa narrativa preestabelecida. E eles sorriem. Esta imagem que mostra a banalidade da violência obscurece-me o dia, contém mais solidão do que a que quero ver.

PS- A quem interesse: hoje é dia internacional da Paz.

Anúncios

2 thoughts on “Inquietudes

  1. A banalidade da violência – assustador, sem dúvida. Mas também penso que são crianças, para quem um dia assim deve ser uma espécie de festa, um divertimento fora do comum. Terão os cérebros lavados mas ainda assim é mais a loucura da grande travessura, atirar pedras e por aí fora. Ou estarei completa,ente errada? Espero não estar… 🙂

    Gostar

    1. Não acho que esteja completamente errada. Uma criança brinca com um sapato velho, um pneu, até o lançar de uma pedra pode ser uma diversão. Mas é o contraste entre a pureza (a despreocupação) da infância e a violência em torno daqueles meninos que me inquieta. Será que quem cresce a atirar pedras consegue estender a mão no futuro?

      Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s