Que livro levaria para uma ilha deserta?

É um evergreen. A pergunta faz-se em todos os idiomas e a resposta pode ser embaraçosa ou previsível. Irritantemente previsível.  Que livro levar para uma ilha deserta? O Ulysses cheio das suas suas pequenas odisseias? A poesia de Sophia onde “Não há nenhum vestígio de impureza,/Aqui onde há somente/Ondas tombando ininterruptamente,/Puro espaço e lúcida unidade,/Aqui o tempo apaixonadamente /Encontra a própria liberdade” ? A África imensa e sofrida do Mia Couto, da Paulina Chiziane ou do Agualusa ? A mitologia grega? A Bíblia?

Não consigo encontrar resposta para esta pergunta. Gosto de recomeçar sem cessar a partir da página, não em branco como Sophia, mas da página escrita. Nenhum livro sacia a minha fome. Talvez por isso, se tivesse de fazer uma escolha, levaria debaixo do um manual de construção de jangadas. Para sair da ilha depressa e  ir abraçar a vida. Que não se quer perfeita. Nem sozinha.

By the way, prefiro aeroportos a ilhas desertas. Há quem coleccione relógios, estátuas ou selos. Eu colecciono aeroportos. Do extraordinário Osvaldo Vieira, em Bissau, ao luxuoso Changi, em Singapura, com os seus tapetes de orquídeas e cadeiras de massagens. Guardo para cada um deles um bloquinho , onde se  anota a desconfiança ou a paixão, a traição – os favoritos são efémeros – ou a fidelidade. Como nas histórias de amor. Os aeroportos despertam-me o desejo de os calcorrear, explorar. Têm tudo o que gosto. Pessoas singulares, cores, cheiros, “estórias”. Um mar de possibilidades. E têm compassos de espera. O tempo no seu estado mais cristalino. Momentos de liberdade absoluta em que se pode fazer tudo – ler aquele romance de quinhentas páginas, ler o jornal todo incluindo os fait-divers e os suplementos que não costumamos abrir – ou não fazer nada.

PS- Até breve. Regresso ao verde mãe da Amazónia por duas semanas.


2 thoughts on “Que livro levaria para uma ilha deserta?

  1. Também comungo dum certo fascínio por aeroportos, por tudo aquilo que eles significam, embora cada vez mais goste menos de andar de avião:) Quanto à ilha deserta, em vez do livro levaria o meu …pc! Com internet, claro:::)))) Boa estada na Amazónia: pode ser que por lá encontre uma grande amiga minha – a tal que vive na Alemanha:) pois está por lá.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s