Coreógrafo da rapidez

Já viram o Google hoje? Então vão lá a correr. E depois venham aqui contar no que pensaram quando correram o zipper…

 

Foi dono da terra, foi senhor do mundo,nada lhe faltava,

 Filipe Segundo.Tinha oiro e prata,pedras nunca vistas,

safira, topázios,rubis, ametistas.

Tinha tudo, tudo sem peso nem conta,

bragas de veludo,peliças de lontra.

Um homem tão grande tem tudo o que quer.

 O que ele não tinha era um fecho éclair.

António Gedeão, Poema do Fecho Éclair

Advertisements

2 thoughts on “Coreógrafo da rapidez

  1. Primeiro pensamento: ‘tá espetacular!
    Segundo pensamento: quantos homens é que já deixaram algo entalada no zipper? Não devo ser caso único. (Então naqueles zippers dos casacos… junto às lapelas… e as mochilas da escola? QUantas vezes aquilo não se estragou?)

    Gostar

  2. Muito engraçado, Helena, obrigada pela dica. Lembrei-me de entalões… Mas ler o seu blogue nos últimos dias tem sido como abrir um fecho éclair para o que se está a passar na Guiné.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s