Golpe de Estado na Guiné-Bissau

As informações são escassas mas muito, muito preocupantes. Em resumo: os militares sairam à rua em Bissau, ocuparam a Rádio Nacional e a sede do PAIGC, silenciaram as principais rádios e a televisão, atacaram a residência do primeiro-ministro cessante  e candidato presidencial Carlos Gomes Júnior. Desconhece-se o paradeiro quer de Gomes Júnior, quer do presidente interino Raimundo Pereira.

Houve disparos nas ruas de AK47 e de artilharia pesada. E há medo muito medo.

Ai Bissau. Doís-me na alma.

Anúncios

One thought on “Golpe de Estado na Guiné-Bissau

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s