Azul

Olhar o azul sem dimensão das grandes vagas. Seguir-lhes as impetuosas crinas brancas, sacudidas pelo vento. Olhar a distância na curva do céu e imobilizar o espanto. Devolver-me a mim mesma em sal, concha e espuma. Oh mar “que momentos há em que eu suponho/Seres um milagre criado só para mim”. Se a beleza agreste, de puro interior, de delícia e tormentas, tivesse cor, seria azul mar.

E se tivesse um fotógrafo seria provavelmente Nuno Sá.

O meu trabalho passa muito por tentar mostrar coisas novas, surpreender e mostrar aos portugueses o que temos no nosso mar. Noventa e nove por cento das pessoas não fazem a mínima ideia que temos a maior comunidade de cavalos-marinhos do mundo na Ria Formosa (Algarve), que temos o maior peixe do mundo (o tubarão baleia) junto a Santa Maria, ou que existe no mar dos Açores o tubarão frade, segundo maior peixe do mundo. Também há nas águas da Madeira o mamífero marinho mais raro do planeta, a foca monge. Vivem nas nossas águas mais de um terço das espécies cetáceas existentes.

 Nuno Sá, fotógrafo in Público 26.12.2011

Advertisements

One thought on “Azul

  1. Aqui pelos vistos faço parte da grande maioria, também não sabia… Mas sei já há tempos que o mar não é só água (nem só mar) e que Portugal tem o dever de proteger o mar que conquistou porque é aí, não ao rectângulo de terra e mais uns pós que lhe ficaram, que pode ir buscar recursos que lhe valham.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s