Ter ou não ter eis a questão

Hoje é dia da sanduíche de gelado nos Estados Unidos. Really?

Quando pensamos na América uma das imagens mais frequentes é a do super size, do excesso de peso. Esta percepção, de um fenómeno bem real e muito grave, tende a fazer esquecer que no Eldorado da fast food há 15 milhões de crianças em situação de “insegurança alimentar”, eufemismo politicamente correcto para fome. Os nomes que se arranjam para sossegar as consciências são um modelo.

Durante o ano escolar as escolas norte-americanas servem o pequeno-almoço e almoço a cerca 21 milhões de alunos carentes. No período de férias há milhões de meninos e meninas que não têm uma refeição decente por dia. A uns poucos valem-lhe os bancos alimentares ou a prodigiosa generosidade americana. Mas, esta é uma manta com muitos buracos.

A situação é de tal forma grave que foram criadas linhas verdes – a National Hunger Hotline 1-866-3-HUNGRY, em inglês, e a 1-877-8-HAMBRE, em espanhol – para tentar preencher o vazio deixado pelas escolas. Passar os olhos pelos números da USDA estragou-me o dia.

Que na nação mais rica do planeta, que se presume humanista e campeã dos direitos humanos, haja crianças a passar fome é obsceno.

Anúncios

2 thoughts on “Ter ou não ter eis a questão

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s