Que tal olharem de vez para o espelho?

A velha raposa da diplomacia norte-americana, Henry Kissinger, escreveu em tempos que ” os momentos de viragem passam frequentemente desapercebidos aos olhos dos contemporâneos. Muitos acontecimentos tidos como fulcrais na altura em que ocorrem são reduzidos pela história a pouco mais que incidentes sensacionalistas. Outros, ou negligenciados ou ignorados pelos seus contemporâneos, são vistos como decisivos pela posteridade”. É este o caso da crise da dívida. O que começou por ser um problema grego ( e que na essência continua ser um problema interno dos gregos, dos irlandeses, dos portugueses) alastrou-se como fogo na savana e os líderes europeus, a chanceler Merkel incluída,  não reconheceram o perigo, agiram atabalhoadamente e, pior ainda,  continuam a não se entender sobre as medidas a tomar apesar de estarem com a água pelo pescoço ( ok uns mais do que outros).

Face a desorientação geral o bode expiatório foram as agências de rating, com apelos ridículos ao desmantelamento das mesmas ou à proibição de avaliar o rating dos países que beneficiam de planos de ajuda financeira internacional (seria bom alguém beliscar os comissários Barnier e Reding e lembrar-lhe que as agências estão em solo norte-americano, pelo que além de bradar aos céus os senhores de Bruxelas nada podem fazer).

No meio desta cacafonia é bom que haja vozes sensatas como a do presidente do Bundesbank Jens Weidmann. Este economista considera que ainda “em parte justas” as críticas às grandes agências de rating, essas críticas “não devem desviar as atenções do problema principal, porque as notações espelham problemas reais” dos países afectados.

“Esses problemas e as hesitações que há, por vezes, na sua resolução, preocupam-me muito mais do que as notas atribuídas pelas agências de rating”, sublinhou o presidente do Bundesbank. A mim também.


One thought on “Que tal olharem de vez para o espelho?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s