Surprise, surprise

Luanda é a cidade mais cara do mundo para expatriados e isto pelo segundo ano consecutivo. Esta é  uma das  conclusões de um estudo  realizado pela Mercer.

Tóquio permanece na segunda posição e N’Djamena, no Chade, na terceira. Segue-se Moscovo, na quarta posição, Genebra na quinta e Osaka na sexta. Zurique sobe um lugar, ocupando a sétima posição, e Hong Kong desce para a nona. Lisboa (86) desceu quatro lugares em relação a 2010 e está entre as 100 cidades com um custo de vida mais caro para expatriados.

O inquérito abrange 214 cidades em 5 continentes e mede o custo comparativo de mais de 200 produtos em cada local, incluindo alojamento, transporte, comida, vestuário, artigos domésticos e lazer. Trata-se do inquérito sobre custo de vida mais abrangente a nível mundial e foi concebido para ajudar as empresas multinacionais e governos a determinar os pacotes de remuneração para os seus colaboradores expatriados. Nova Iorque é considerada a cidade de referência, com a qual todas as cidades são comparadas. Os movimentos da moeda são medidos face ao dólar norte-americano. O custo do alojamento – frequentemente a maior despesa para os expatriados – desempenha um papel importante para determinar a classificação das cidades.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s