A Guiné-Bissau proibe o “fanado”

 O Parlamento da Guiné-Bissau aprovou no início desta semana uma lei que proíbe a mutilação genital feminina – uma prática ancestral conhecida no país pelo nome de fanado. Embora a lei sózinha seja insuficiente, este é um importante passo para combater um rito bárbaro que viola os direitos elementares das mulheres.  

Anúncios

8 thoughts on “A Guiné-Bissau proibe o “fanado”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s