Se isto é um país

Em Angola trocam-se favores sexuais nas prisões por comida. A liberdade de imprensa dilui-se a gosto. Os impunes estão cada vez impunes e mais ricos. Escandalosamente ricos. Vista dos vidros fumados, dos condomínios fechados de Luanda, a fome na berma do país não tem cor. É transparente. Não vem no Bilhete de Identidade. O destino do país e do chefe é o confundem-se. O chefe gosta de ser adulado. Incensado. Deixa que a sua corte de espelhos adivinhe o que lhe agrada. Isso deixa uma margem grande de erro para os que o rodeiam.  Equivalente à margem de controlo que o chefe pode ter sobre eles.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s