Desafiar o caos

Em 55 anos de existência foi governada por dois ditadores. Por lá agora sopra o vento da liberdade. Alarmaram-se certas capitais árabes: seria o primeiro dominó de uma cadeia de “mudanças de regime”? A Tunísia parecia “blindada” contra todos os rlaivos de subversão. Por que caiu Ben Ali  tão inesperadamente?

Porque deixou de meter medo. E porque os militares permitiram.

Ben Ali deixa a Tunísia à porta do caos. Não há forças políticas constituídas para preencher rapidamente o vazio institucional. Os riscos  no caminho para democracia são enormes, mas a esperança criada por esta revolução não dos cravos, mas do twitter,  é maior.

Vale muito a pena ler a análise de Jorge Almeida Fernandes no Público.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s