Razões para estarmos preocupados

Ninguém repete já o velho aviso “quando a China despertar” porque a China despertou há muito e faz questão de mostrar isso ao mundo. Depois das exibições gongóricas dos Jogos Olímpicos e da Expo Xangai 2010, ontem obteve mais uma vitória de peso: ultrapassou o Japão, com um Produto Interno Bruto global de 5,3 biliões (milhões de milhões) de dólares contra 5,2 biliões do rival nipónico e, a crescer a este ritmo, vai aproximar-se da economia que lidera o mundo, a americana, podendo atingir 9,4 biliões no final deste ano. Esta China é a mesma que, há duas décadas, estava em último lugar na lista das dez maiores economias, atrás do Japão, Alemanha, França, Itália, Reino Unido, Canadá, Espanha e Brasil. Pois ultrapassou-os a todos e parece imparável. Fê-lo à custa de um regime musculado, combinando a disciplina autoritária da ditadura comunista com que o que mais lhe convém do capitalismo e recorrendo a mão-de-obra barata e, em muitos casos, quase “escrava”. Se o seu PIB global aumenta, já o PIB per capita é muito baixo, rondando os 3700 dólares por habitantes, enquanto num país como Portugal essa relação é de 21.400 por habitante, no Japão é de 37.000 e nos Estados Unidos de 56.400. Mas a China, que neste particular é “apenas” um país em desenvolvimento, no outro patamar, que é o que neste momento lhe interessa, está a reforçar desmesuradamente o estatuto de potência.

Editorial do Público de 17.08.2010


One thought on “Razões para estarmos preocupados

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s