Os genes de Berkeley

Nunca tive dúvidas que para entrar na Universidade de Berkeley – uma das mais conceituadas  universidades públicas norte-americanas, que exibe uma lista de  mais de sessenta prémios Nobel – era preciso ser-se “especial”. Agora a própria Universidade escolheu uma forma pouco ortodoxa de o demonstrar. Os novos alunos de Berkeley ficarão a saber o resultado de um exame antes de terem uma única aula. E os resultados serão expressos em “As”, “Cs”, “Ts” e “Gs”. Como parte do seu processo de orientação os estudantes farão  (voluntariamente) um exame genético. Com que objectivo? Desmistificar a genética e promover comportamentos saudáveis (através dos genes é possível detectar, por exemplo, alergia à lactose ou a propensão para determinadas doenças). A Universidade garante a protecção absoluta dos dados pessoais. Pode até ser verdade, mas a mim deixa-me com a pulga atrás da orelha…Defeito de jornalista.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s