Afinal o inimigo é o Power Point

 

Esta é uma história americana, mas vários países comungam de vício idêntico.

O General norte-americano Stanley A. McChrystal, comandante das forças da NATO no Afeganistão, mostrou um slide de PowerPoint, em Cabul, no ano passado, cujo objectivo era retratar a complexidade da estratégia militar norte-americana. O gráfico mostrava os elementos principais da problemática afegã: as condições de vida da população, recursos do governo, apoio doméstico da operação militar, os insurgentes, o papel dos narcóticos,  etc. Tinha no entanto um problema: visto de longe o slide assemelhava-se a um prato de esparguete.

“ Quando compreendermos este slide, ganharemos a guerra”, terá comentado o General McChrystal. Segundo o New York Times, que relata o episódio, o PowerPoint tornou-se numa praga para os militares. Ocupa-lhes horas e horas de trabalho e mais grave : cria a ilusão de compreensão e de controlo. Acontece que muitos dos problemas no mundo não são passíveis de ser “bullet-izable”. No livro “Fiasco” de Thomas E.Ricks conta-se que o General  David McKiernan, que conduziu a invasão do Iraque em 2003 , ficou mais do que frustrado porque não conseguiu obter  ordens explicitas  de como a invasão deveria ser conduzida, recebeu apenas vagos slides em PowerPoint… Admirável mundo novo.

Apesar da crescente irritação  com o  programa, os militares norte-americanos reconhecem-lhe uma virtude: é muito útil para briefings jornalísticos pelo seu poder hipnotizante…Zzzzzzz


One thought on “Afinal o inimigo é o Power Point

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s