A China é maior prisão do mundo para netizens

460ixp.1267002742.jpg

Não, não se trata de um retrato tirado  numa esquadra de polícia. Trata-se da fotografia de alguém que quer abrir um portal de internet na China. Os últimos sessenta anos foram díficeis para os jornalistas chineses. O regime maoísta via neles meros diapasões propangandísticos . Se o cerco do totalitarismo abrandou a censura permaneceu. A internet abriu novas portas a jornalistas, bloggers e dissidentes. Portas que o regime de Beijing insiste em fechar brutalmente.

A  partir desta semana a China passou a exigir uma reunião com agentes reguladores e a apresentação de documentos a todos aqueles que pretendam criar um site.  O objectivo, segundo o Ministério da Tecnologia, é combater a pornografia na Internet . Os defensores do direito de uso da rede global consideram, no entanto, que se trata de mais uma medida censória por parte do governo do país, o mais rigoroso no controlo da Internet e aquele com um maior número de cibernautas.

Vale muito a pena ler o comunicado da Repórteres Sem Fronteiras

http://www.rsf.org/spip.php?page=article&id_article=36520


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s