Filhos da Guerra

Fotografia de Helena Ferro de Gouveia, tirada em Díli em Novembro de 2009

Sento-me no City Café, encostado à casa que acolhe a Fundação Oriente. O gravador corre longos minutos. Tinha-me preparado mentalmente para aquela entrevista. Não consigo parar de a ouvir, apesar do terror e da violência que a atravessam. Hipnotizada . Horrorizada. Em Timor-Leste a violação foi usada como um instrumento de guerra, para quebrar a resistência dos timorenses.

Toda a gente a conhece em Díli. É uma veterana. Contou-me que foi continuamente violada, por vários militares. Que a amarraram a uma cadeira e lhe deram choques eléctricos. Que lhe queimaram os mamilos e a zona genital com cigarros. Porque escolheu não viver em genuflexão.

Ao contrário dos seus compatriotas homens, cujas feridas de guerra são honradas, as mulheres timorenses que foram violadas, as que foram forçadas a tornar-se „mulheres de militares“, escravas sexuais, prémios de guerra , foram deixadas a sós com a humilhação. Esquecidas.  Consideradas impuras . Os “bastardos” , os filhos da guerra, viram o baptismo ser-lhe recusado pela Santa Madre Igreja e as mães proclamadas indignas do sacramento da confissão.

O que será feito desses filhos da guerra? O que será feito dos  cinco filhos daquela mulher com cinco pais , militares indonésios, diferentes? Uma reportagem adiada.

Agora que preparo um trabalho sobre a violência sexual no Congo, lembrei-me dela. Os seus olhos nos meus  são mais que uma página de um relatório, a  história  trágica dela tornou-se minha. Ela quer estar em paz com todos. Eu não evito o desassossego.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s