A avó – histórias do Bangladesh 

Espiãs, contrabandistas de armas, combatentes. Violadas. A história da guerra da independência do Bangladesh, em 1971, que fez 3 milhões de mortos em 9 nove meses de conflito, também se escreve no feminino. Durante esse período 250 mil mulheres foram violadas pelo exército paquistanês, que usando a violação como arma de guerra tentou alterar permanentemente … More A avó – histórias do Bangladesh 

Postais de Kibera 

O James é um homem humilde com a grandeza de uma alma recta. Nasceu numa boma no Rift Valley, aprendeu a juntar algumas letras e muito cedo tornou-se pastor. De pé descalço, lança e pernas a sofrerem o cansaço do caminho. Maus tratos, atrás do gado.  Nunca se desarmou do sonho. Se ele não pode … More Postais de Kibera 

As horas comuns

Num dia comum em Ajdabya, nordeste da Líbia, os homens que guardam o campo bebem e fumam cannabis. Depois entram no campo e escolhem o troféu que querem.  Ramya, uma belíssima eritreia de 22 anos conta “com uma arma apontada à cabeca não tens grande hipótese de resistir se queres sobreviver. Fui violada duas vezes … More As horas comuns

O regresso 

Era tão bom poder meter no bolso o ar da praia onde escrevo, o ar da praia quando o horizonte muda de cor, e respirá-lo pelas manhãs devagarinho. Seria parecido com as espirais ténues que continuam a sair pelos frascos de perfume vazios. Sal, pinheiros e uma quase vontade de chorar.  Quando as circunstâncias me … More O regresso